A telemetria e gestão de frotas em São Paulo tem passado por um processo de profissionalização cada vez mais avançado, seja para organizar as linhas de transportes para empresas de grande ou de pequeno porte.

É importante ressaltar que, como o estado de São Paulo é de grande extensão e concentra muitas atividades comerciais e produtivas, é cada vez mais exigido que as empresas organizem seus veículos e o fluxo de movimentação.

 

Inicialmente, devemos considerar a telemetria como um amplo sistema de controle que armazena e administra informações específicas de modo remoto e até mesmo presencial a favor da melhor organização do processo produtivo e logístico de uma empresa.

 

Através dessa área de conhecimento, diferentes tipos de empresas e de órgãos públicos podem orientar informações para gerir o nível de consumo de combustível, analisar todas as distâncias percorridas e verificar se houve excesso de velocidade.

 

Telemetria e gestão de frotas em São Paulo

Assim como ocorre em outras cidades, estados do Brasil e até mesmo em países de economia avançada, gerir os s de frotas é importantíssimo para manutenção da força produtiva de uma empresa, principalmente, em São Paulo.

Quando falamos em telemetria, devemos lembrar que essa palavra tem origem no grego e significa “Tele” que em português é traduzido como “remoto” e “metron” que significa “medida”.

 

Ao pé da letra podemos traduzir o termo “telemetria” como medida remota. Ao ser aplicada, essa área de conhecimento conceitua como uma determinada tecnologia através de um dispositivo instalado no veículo poderá ser controlado e como poder medir os dados referentes à distância, tempo, espaço e localização.

 

Posteriormente, permite repassar todos esses dados de forma segura e remota para os gestores através da internet, rádio e celular.

 

A telemetria veicular

Essa área se dedica mais aos veículos, e é utilizada para tecnologias adotadas para a coleta remota de dados de veículos e de condutores.

Segundo dados oficiais, um automóvel pode gerar a cada hora, cerca de 25 GB de dados para a gestão de uma empresa, como o valor gasto com combustível, distância percorrida e velocidade média, por exemplo.

 

Para que serve?

Ao adotarmos inovações de telemetria e gestão de frotas em São Paulo, devemos ter em mente que essa área técnica de gestão de dados de frotas serve como importante suporte para que empresas e demais tipos de instituições possam replanejar investimentos em transporte, tomar novas decisões estratégicas para as empresas e ter pleno controle sobre relação da gestão de frota.

 

Dentre as principais funções, essa tecnologia serve bastante para a medição de gasto de combustíveis, medição de distâncias percorridas, cálculo da velocidade média, verificação da jornada de trabalho e poder identificar possíveis falhas mecânicas.

 

Telemetria analógica x telemetria digital

Quando abordamos essa área de conhecimento, ela já existia antes da invenção de sistemas digitalizados com a busca e validação de dados remotos.

 

A telemetria analógica solicita que a empresa faça a instalação de dispositivo similares a de sensores em determinadas partes do veículo, sendo que cada sensor assume uma função específica seja a de registrar distâncias ou consumo de combustível. E, em muitos casos, exige a avaliação presencial de cada sensor e a anotação manual de alguns dados.

 

O método analógico exigirá dos gestores um controle periódico sobre os dados obtidos por cada tipo de sensor e verificação sobre a calibragem.

Bastante diferente da telemetria analógica, a digital permite a coleta de dados a partir de um computador de bordo que realiza todo o controle de forma digital e remota, dispensando qualquer tipo de anotação manual e calibragem de sensores.

 

A partir do ano de 2009, todos os sistemas digitais de telemetria foram padronizados tornando os processos mais fáceis, ainda mais para a telemetria e gestão de frotas em São Paulo.

 

Principais vantagens

Dentre as principais vantagens da aplicação dessa tecnologia podemos destacar logo de cara a otimização da gestão de frotas, uma área bastante desafiante nos tempos atuais.

Existem diferentes aspectos a serem analisados, como a redução de gastos com custos e despesas em relação à frota.

 

Com a sua implantação será possível prever através dos dados todos os tipos de gastos com combustível e com a manutenção do veículo. E a tecnologia melhora muito o modo de condução dos motoristas, permitindo a redução da velocidade e manutenção de uma condução segura evitando qualquer vício de direção.

 

Gestão inteligente

Através da implementação veicular, os gestores poderão sempre se basear em dados consolidados para direcionar os investimentos com mais precisão em suas frotas e poder tomar decisões mais assertivas para cada tipo de operação.

Os gestores podem ainda contar com importantes indicadores de desempenho baseados em dados precisos e realistas aptos para o melhor plano de ação.

 

A melhor condução do veículo

Outro fator que justifica a adoção da telemetria é considerar os dados colhidos para conhecer de forma eficaz o perfil da condução do motorista nos veículos da empresa.

 

Dessa forma, os gestores da empresa poderão identificar todos os impactos de possíveis hábitos nocivos caso eles ocorram, abrangendo situações como abuso de velocidade, freadas, desvios de rotas e gasto desnecessário de gasolina.

As empresas podem usar essa tecnologia para ter acesso a informações privilegiadas, a fim de administrar a frota da melhor maneira e orientar seus motoristas através de treinamentos profissionalizados.

 

Mais economia

A telemetria e gestão de frotas em São Paulo oferece economia de custos, principalmente, no tráfego e nas rodovias existentes no Estado mais produtivo do Brasil.

Ao reduzir custos com combustível e com manutenção, a empresa poderá empregar o valor economizado na aquisição de novos veículos e na manutenção futura dos mesmos.

 

Mais segurança

Com o uso certo de todos os dados, a corporação que utiliza essa tecnologia pode ainda prevenir acidentes, e treinar seus motoristas a manter a cultura da condução mais segura.

 

Conclusão

Portanto, ao adotar a telemetria e gestão de frotas em São Paulo e em outros estados do Brasil, a empresa contará com as melhores vantagens dessa tecnologia dedicada para a área veicular como forma de reduzir custos com combustíveis, evitar riscos de acidentes e gerar novas oportunidades de ganhos e de negócios.

1 comentário em “Guia Completo de Gestão e Telemetria de Frotas

  1. Boa tarde, me chamo Alexandre e sou funcionário da área de transporte e logística da Cia do Metropolitano de São Paulo – Metrô, e estamos captando cotações de instalações e gerenciamento de sistema de telemetria em 79 veículos da frota própria da cia. Desta quantidade a grande maioria são de caminhões de carga , e estamos aguardando interesse da sua empresa para começarmos uma conversa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

por: Whats Help

Atendimento pelo WhatsApp

Olá, podemos ajudar?
Olá, podemos ajudar?

Atendimento Rápido pelo WhatsApp

Fale Conosco